100 mil mortes pelo coronavírus

Vivemos um retrato da necropolítica. No terrível marco das 100 mil mortes pelo coronavírus no Brasil, vamos completar três meses sem ministro da Saúde ou qualquer autoridade nacional capaz de coordenar ações para salvar vidas. O governo federal segue trabalhando na base do escárnio e do negacionismo, contribuindo para aumentar ainda mais o caos e a desinformação.

Neste momento, em que diversas cidades começam a reabrir o comércio, é preciso escutar a ciência, com prudência e responsabilidade coletiva. O distanciamento social e o uso de máscaras são medidas comprovadamente eficazes para conter o avanço do vírus e o colapso do nosso sistema de saúde. Diante das quase 9 milhões de pessoas que perderam seus empregos durante a pandemia, é fundamental garantir renda e condições para que todas possam ficar em casa.

Seguimos firmes, buscando frear a política de morte do desgoverno e garantir ações efetivas para que toda a população possa atravessar essa crise. Frente à política de morte, defendemos e afirmamos incansavelmente a vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *